Fotografia de grupo 2016/2017
Minis 2016/2017
Equipa Sub12 Femininos 2016/2017
Equipa Sub12 Masculinos 2016/2017
Equipa Sub14 Femininos 2016/2017
Equipa Sub14 Masculinos 2016/2017
Equipa Sub16 Femininos 2016/2017
Equipa Sub19 Femininos 2016/2017
Equipa Sub16 Masculinos 2016/2017
Vem jogar connosco e traz os teus amigos! Vê aqui mais informação
20-10-2013, Santarém Basket Clube
INDIGNAÇÃO

Transcrevemos abaixo a exposição que o Santarém Basket Clube fez à Federação Portuguesa de Basquetebol:

Exmos. Senhores,

O Santarém Basket Clube vem por este meio mostrar a sua indignação pelo facto dos Pais dos atletas sub 14 masculinos ficarem na rua, impedidos de assistirem ao jogo 110, em Abrantes, este domingo 20/10.

Indignados porquê? simplesmente por se tratar de jogos em que estamos a formar cidadãos e cidadãs, atletas desta modalidade, e porque os Pais gostam de assistir, e também, porque são eles que asseguram o transporte das equipas deste Clube, à semelhança de todos os clubes do País.

As questões de segurança, não se podem generalizar desta forma, uma vez que na esmagadora maioria dos jogos dos escalões de formação, pouco ou nada se verificam. E quando tal o justifique, podem ser chamadas as patrulhas-rondas das forças policiais, GNR ou PSP, em qualquer ponto do País.

Tratar estes jogos, no que respeita a segurança, da mesma forma com que são tratados jogos de alto risco, mesmo na nossa modalidade, é puro excesso de zelo, levado ao extremo, impedindo por exemplo no jogo que referimos no 1º par agrado deste texto, Pais que se deslocaram de Santarém às 7h30 da manhã para transportar os seus filhos para uma jogo às 9h30 em Abrantes, serem impedidos de entrar no pavilhão, como se se tratasse de um jogo de risco para a integridade fisica dos participantes.

Voltamos a frisar.. quando se torna necessário existem forças policiais nas localidades que podem ser chamadas para normalizar a ordem pública.

Por outro lado, exigir que qualquer pessoa sem formação específica na área da segurança, assuma toda a responsabilidade resultante de ocorrências de violência e danos físicos e materiais num jogo, é totalmente desajustado e apenas terá enquadramento legal para pessoas com formação em Segurança.

Numa posição construtiva, achamos que a figura de segurança até agora existente, que garante a vigilância preventiva, é suficiente, evitando-se assim situações como a que ocorreu hoje em Abrantes, que em nada contribuem para a divulgação e expansão do Basquetebol.

Gratos pela atenção,

Santarém Basket Clube

A Direção.

Apoios